Portal do Beneficiário Área do Credenciado

26/01/2023 14:42

Benefício Farmácia: saiba o que é coberto e o que não está incluído no programa

Com o Benefício Farmácia, nossos beneficiários têm acesso a cerca de 14 mil medicamentos com subsídio das patrocinadoras, que pode ser integral ou parcial. Uma lista que supera e muito a cobertura determinada pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

Confira quais tipos de medicamentos são cobertos pelo programa:

Categoria 1: Cobertura obrigatória pela ANS

Essa lista engloba medicamentos orais para câncer e suporte à quimioterapia; medicamentos imunobiológicos, para tratamento de artrite reumatoide, artrite psoriásica, doença de Crohn e espondilite anquilosante.

Categoria 2: Preço unitário acima de R$ 150,00

Todos os medicamentos que a unidade custa mais de R$ 150,00 são contemplados pelo Benefício Farmácia.

Categoria 3: Preço unitário abaixo de R$ 150,00

Nessa faixa de preço, o subsídio vale somente para medicamentos utilizados no tratamento adjuvante à quimioterapia ou de algumas doenças crônicas. Essas doenças estão listadas na cláusula 35ª do nosso regulamento. São elas:

- Diabetes (todos os tipos);

- Cardiovasculares: hipertensão arterial sistêmica, angina; infarto do miocárdio; outras doenças isquêmicas do coração (obstrução das artérias); insuficiência renal crônica; obesidade; aneurisma; embolia pulmonar; insuficiência valvar; miocardite; cardiomiopatia; arritmia; acidente vascular cerebral e dislipidemias;

- Respiratórias crônicas: asma; bronquite crônica e enfisema;

- Psiquiátricas: esquizofrenia; transtorno afetivo bipolar; depressão; ansiedade; transtorno obsessivo-compulsivo e transtorno alimentar;

- Neurológicas: doença de Alzheimer; doença de Parkinson; epilepsia; esclerose múltipla; síndrome dos corpúsculos de Levy; doença do neurônio motor (ELA); atrofia muscular espinhal; AVC e doenças neurológicas com interface com doenças psiquiátricas.

Coparticipação do Benefício Farmácia

Lembramos que o subsídio do medicamento é integral, sem custo algum para o beneficiário, no caso da lista da ANS (categoria 1 do resumo acima), medicamentos acima de R$ 5.000, e, conforme negociado no Acordo Coletivo de Trabalho (ACT), para titulares nas faixas salariais de até 4,8 MSB, independentemente do medicamento, desde que coberto pelo programa.

Consulte aqui a tabela de coparticipação do Benefício Farmácia.

O que não é coberto pelo Benefício Farmácia

Os itens abaixo não estão incluídos no programa:

- Medicamentos manipulados, fitoterápicos e/ou homeopáticos
- Medicamentos sem registro ou não aprovados pela Anvisa
- Fora das indicações de bulas publicadas pela Anvisa
- Medicamentos importados
- Medicamentos para disfunção erétil e infertilidade
- Medicamentos antiangiogênicos intraoculares, como Lucentis e Eylia
- Medicamentos e produtos de viscossuplementação para o tratamento de osteoartrose de joelhos
- Produtos para saúde
- Produtos de cannabis
- Suplementos alimentares
- Cosméticos
- Toxina botulínica (Botox)
- Vacinas

Leia também

Benefício Farmácia: entenda quando é necessário abrir uma solicitação de análise técnica

Confira se sua conta bancária está atualizada para receber reembolsos do Benefício Farmácia

Ver todas as notícias
Whatsapp

Inscreva-se para receber notificações!

Quer receber as últimas notícias da Saúde Petrobras?