Portal do Beneficiário Área do Credenciado

03/05/2023 08:00

Chegou a hora de renovar sua proteção contra a Covid-19 com a dose de reforço bivalente

Se a gente atualiza app de celular, investe em um novo smartphone ou troca de carro por um modelo mais atual, tudo para poder contar com as melhores tecnologias a nosso favor, por que não praticar o mesmo quando o assunto é imunização contra a Covid-19? O Ministério da Saúde liberou a vacinação com a dose de reforço bivalente para toda a população brasileira acima de 18 anos, então chegou a hora de voltar ao postinho para renovar essa proteção.

A vacina bivalente é recomendada para quem já tomou pelo menos duas doses das vacinas monovalentes – aquelas que tanto esperamos para sair da crise e aos poucos retomar a vida normal, dos fabricantes Coronavac, Astrazeneca, Pfizer ou Janssen. É necessário respeitar um intervalo de quatro meses da última dose.

“Mas se já tomei essas vacinas, por que preciso tomar de novo?”, podem perguntar. A gente explica: com o tempo, a imunidade gerada pela vacina cai, daí a necessidade de renovar a proteção, assim como já costumamos fazer com a vacina contra a gripe (Influenza) há muitos e muitos anos. Além disso, tomar as doses de reforço é fundamental caso, apesar do cuidado preventivo, peguemos a doença: estar com a imunização em dia ajuda a minimizar a carga viral, previne o desenvolvimento da forma grave e reduz o risco de complicações decorrentes da Covid-19.

Outra dúvida que pode surgir é se a pessoa não chegou a tomar duas doses da vacina monovalente. Nesse caso, a orientação do Ministério da Saúde é que a pessoa faça isso antes de tomar a nova vacina bivalente, procurando as unidades de saúde do seu município.

Diferença entre a vacina monovalente e bivalente

Enquanto as vacinas monovalentes foram feitas apenas com a cepa original do vírus da Covid-19, o Sars-CoV-2, as bivalentes foram elaboradas a partir da cepa original e também das subvariantes da ômicron. Uma versão 2.0 superpoderosa que complementa a versão original.

Seja monovalente, bivalente, contra a Covid-19, contra a gripe ou contra qualquer doença que já conte com uma vacina para chamar de sua: o importante é sempre seguir as recomendações de imunização do Ministério da Saúde. Vacinas são seguras, eficazes e salvam milhares de vidas em todo o mundo. Esteja com sua proteção em dia.

Saiba mais sobre Covid-19 no site do Ministério da Saúde.

Ver todas as notícias
Whatsapp

Inscreva-se para receber notificações!

Quer receber as últimas notícias da Saúde Petrobras?