Portal do Beneficiário Área do Credenciado

30/09/2022 12:30

Câncer colorretal: conheça 6 formas de diminuir o risco de ter a doença

Quando falamos de câncer é normal logo pensarmos no de mama e da próstata, mas tem um outro tipo que merece atenção: o câncer do intestino grosso, também chamado câncer de cólon e reto, ou câncer colorretal. Esse é um dos tipos de doença oncológica que mais atingem homens e mulheres no Brasil e no mundo, mas a boa notícia é que ele pode ser prevenido.

Geralmente a doença se desenvolve a partir de pólipos (lesões benignas que crescem na parede do intestino), e a maioria dos casos não têm causa conhecida. Porém, segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), existem alguns fatores que aumentam o risco, como: excesso de gordura corporal, má alimentação, fumo e consumo de bebida alcóolica, além de histórico familiar de pólipos, doenças inflamatórias intestinais ou câncer.

Mas você pode diminuir o risco de ter o câncer de intestino adotando um estilo de vida mais saudável. Conheça seis maneiras de fazer isso:

 grafico_cancercolorretal.png

Sinais de alerta

Alguns sinais e sintomas podem indicar a necessidade de investigação do câncer colorretal, e é importante procurar orientação médica nesses casos, já que o diagnóstico precoce aumenta consideravelmente as chances de cura. Fique atento a algumas situações:

- Diarreia ou constipação

- Sensação de não esvaziamento completo do intestino

- Presença de sangue nas fezes

- Dor abdominal e inchaço

- Perda de peso sem motivo

- Cansaço e fadiga constantes

Se você está com 50 anos ou mais ou já teve casos de câncer de intestino na família, converse com o médico que coordena o seu cuidado sobre a realização dos exames preventivos.

Para mais informações, consulte a Cartilha de Prevenção do Câncer Colorretal, desenvolvida pelo Ministério da Saúde.

Ver todas as notícias
Whatsapp

Inscreva-se para receber notificações!

Quer receber as últimas notícias da Saúde Petrobras?