Portal do Beneficiário

06/01/2021 12:20

Beneficiários escolheram e chegou a hora: AMS passará a se chamar Saúde Petrobras em 2021

É normal associar a virada de ano a mudanças. Costumamos enxergar o novo ciclo que se inicia como uma oportunidade de fazer diferente, de fazer melhor. Uns prometem fazer mais exercícios e melhorar a alimentação, outros estão determinados a aprender a equilibrar trabalho e vida pessoal. Mas se tem algo que todos desejamos que seja melhor, principalmente depois de um ano como 2020, é a saúde. É por isso que, na virada deste ano, foi iniciada uma transformação que vai tornar nosso plano de assistência à saúde ainda melhor: mais moderno, eficiente e sustentável.

A transição para um novo modelo de gestão irá refletir o nosso compromisso com um benefício cada vez melhor, sempre pautado pelos princípios da ética, transparência, segurança e confiança. Para isso, foi criada uma associação sem fins lucrativos que manterá, em sua essência, os mesmos valores que por 45 anos têm norteado o benefício de assistência à saúde. Atualmente, a associação encontra-se em fase de obtenção de habilitações e registros necessários para o novo modelo de gestão e operação das atividades.

Nova marca

Para o desenvolvimento da identidade visual da Saúde Petrobras, nome escolhido pelos beneficiários, o respeito à vida e às pessoas foi o ponto de partida. Dois corações interligados, representando a atenção e o cuidado, formam o símbolo do nosso plano de saúde. E a marca destaca ainda, no logotipo, o nosso ativo mais importante: a sua saúde.



Mudanças estruturais

Com a virada de chave, a estrutura que fazia a gestão do plano de saúde na área de Recursos Humanos deixa de existir. Em seu lugar, foi criada uma nova gerência de Saúde Suplementar (SUP), vinculada à gerência geral de Recompensa, Efetivo e Operações (RH/REO), liderada pelo gerente geral Paulo Ferraz Mansur.

E na Saúde Petrobras, uma estrutura ficará responsável, de fato, pela gestão do plano de saúde após as devidas aprovações dos órgãos reguladores e conclusão da transição:



Clique na imagem para ampliar

Nova gestão, mesmos canais de atendimento

A estrutura mudou, mas os caminhos para entrar em contato com quem gere o nosso plano de saúde permanecem os mesmos no começo dessa nova etapa, tudo para que a transição aconteça de forma mais fluida. Beneficiários e credenciados podem continuar esclarecendo dúvidas e pedindo orientações por meio da central de relacionamento 24h 0800-287-2267 (opção 1) ou do WhatsApp – basta enviar uma mensagem de texto para (11) 96474-0011.

Algumas melhorias serão colocadas em práticas nos próximos meses para tornar o processo de atendimento ainda mais ágil e eficiente. Fique atento aos canais de comunicação da Saúde Petrobras e aos seus e-mails.

Pessoas à frente dos processos

Para preparar a associação para assumir a operação do plano da Petrobras, agora com a marca Saúde Petrobras, apresentamos os principais executivos que já se encontram envolvidos nas atividades pré-operacionais da futura operadora, que passará a vigorar a partir da autorização da ANS – Agência Nacional de Saúde Suplementar:



Conselhos Fiscal e Deliberativo

Na mesma linha da escolha do novo nome, serão os beneficiários que irão escolher parte dos seus representantes nos Conselhos Fiscal e Deliberativo da Saúde Petrobras. Serão três membros e respectivos suplentes indicados pela Petrobras e mais dois membros e respectivos suplentes que serão votados para o Conselho Deliberativo. Já para o Conselho Fiscal, serão dois membros e respectivos suplentes indicados pela Petrobras e mais um membro e respectivo suplente votado pelos beneficiários. A eleição para escolha desses nomes acontecerá depois da conclusão da transição.

Conheça os empregados que compõem os conselhos atuais, que atuarão durante o período de transição.

Conselho Fiscal

- Ana Claudia Paixão Ricio Pires (CONTRIB/CONT/CONGER/ACFP) – gerente setorial, atua há 12 anos na Petrobras com processo de avaliação atuarial dos planos de benefícios de pensão e saúde suplementar.

- Leonardo Heitmann de Macedo (CONF/CI) – há 20 anos na Petrobras, já foi membro interino do Comitê Técnico Estatutário de Governança e Conformidade e do Comitê Executivo de Riscos, e membro titular do Comitê Executivo de Supervisão da Petros. Atualmente, é gerente de Controles Internos.

- Renata Cevolo de Silva Veiga (AUDITORIA/ANSEF/APGR) – há 12 anos atuando com auditoria interna na Petrobras, sendo oito como coordenadora de auditoria.

Conselho Deliberativo

- Presidente: Paulo Ferraz Mansur (RH/REO) – na Petrobras desde 1990, atualmente é gerente geral de Recompensa, Efetivo e Operações de RH, com grande experiência na área de remuneração e já tendo exercido diversas funções gerenciais, inclusive a de gestor da AMS.

- Paula Porto Pinto Barreto (JURIDICO/GG-ANE/JGCP/GS) – gerente setorial, atua há 10 anos na Petrobras, desde 2014 em funções gerenciais para o atendimento da área de Governança e Direito Societário no Jurídico.

- Andrea Ribeiro Pozzi de Carvalho (GOVERNANCA/GOVSOC) – há 14 anos na Petrobras, já atuou em cargos gerenciais no Jurídico da área Tributária e da área Financeira, sendo atualmente gerente de Governança Societária.

- Raphael de Menezes Santoro (SIPP) – gerente geral da área de Supervisão Integrada de Planos de Previdência, responsável pela supervisão da Petros e dos planos de previdência, desde março de 2020 na Petrobras.

- Martinho Bartmeyer (GAPRE) – assessor da presidência desde junho de 2019, suporta a área de Recursos Humanos na revisão dos benefícios corporativos.

Ver todas as notícias
Whatsapp