Portal do Beneficiário Área do Credenciado

15/02/2023 16:19

A união faz a força: entenda o que são as comunidades, novidade do Programa Cuidar | Diabetes Mellitus

Imagina poder contar com um espaço exclusivo para trocar informações e conversar com outras pessoas que também possuem diabetes e com profissionais de saúde especialistas nessa condição crônica? Pois isso agora é possível por meio das comunidades do Programa Cuidar | Diabetes Mellitus, uma novidade que chegou para manter nossos beneficiários sempre bem-informados, emponderando-os para que possam se cuidar cada vez mais no dia a dia e manter o diabetes sob controle.

Para participar das comunidades, basta estar inscrito no Programa Cuidar | Diabetes Mellitus. Funciona assim: a partir do perfil do participante – pré-diabético, tipo 1, tipo 2, insulino-requerente ou não – a Klivo, nossa parceira nessa iniciativa, envia um link para ingressar em um grupo do WhatsaApp especialmente voltado para o respectivo perfil de saúde.

Quem tem diabetes tipo 2 e é insulino-requerente, por exemplo, será convidado para um grupo com outras pessoas que também são tipo 2 e utilizam insulina, para que possam compartilhar vivências, dúvidas e desafios. Assim, nossos beneficiários com diabetes poderão se sentir menos sozinhos em suas jornadas de cuidado.

As comunidades serão moderadas pela Klivo, de forma a garantir que as conversas foquem no tema. Profissionais de saúde especializados no cuidado do diabetes estarão presentes nos grupos para esclarecer dúvidas dos integrantes. Além disso, por meio desses espaços, serão compartilhados materiais educativos exclusivos e novidades sobre o tratamento. E, de tempos em tempos, serão realizados encontros on-line para incentivar a troca entre os integrantes de cada comunidade.

Como participar

Tem mais de 18 anos de idade e diabetes tipo 1 ou 2, mas ainda não está inscrito no Programa Cuidar? As comunidades são apenas um de diversos benefícios exclusivos para participantes.

Pré-diabéticos também podem se inscrever, desde que seus exames tenham apresentado os seguintes resultados: glicemia de jejum entre 100 e 125 mg/dL e hemoglobina glicada (HbA1c) entre 5,7% e 6,4%. De acordo com a American Diabetes Association (ADA), esses valores indicam pré-diabetes. Por isso, é importante sempre fazer o acompanhamento da sua saúde com o médico que coordena seu cuidado. Os exames preventivos de rotina permitem identificar essas alterações e fazer o diagnóstico precoce de pré-diabetes. Nessa fase, com os devidos cuidados, é possível até mesmo reverter a evolução para diabetes.

Saiba mais sobre o Programa Cuidar | Diabetes Mellitus.

Solicite sua inscrição agora mesmo.

Ver todas as notícias
Whatsapp

Inscreva-se para receber notificações!

Quer receber as últimas notícias da Saúde Petrobras?