Portal do Beneficiário Área do Credenciado

13/02/2023 09:00

Fevereiro Laranja: conheça os sinais de alerta e saiba o que fazer para prevenir a leucemia

Assim como um time de futebol precisa de jogadores em boa forma para vencer uma partida, o nosso corpo precisa de células saudáveis para funcionar bem. Mas, às vezes, acontece um problema: a medula óssea, local de fabricação das células sanguíneas, é invadida por jogadores lesionados, as células leucêmicas/cancerosas, que, ao invés de ajudarem o time, prejudicam o corpo, causando a doença.

Para prevenir a leucemia, é importante adotar hábitos saudáveis como manter uma alimentação equilibrada, praticar atividade física regularmente, evitar o tabagismo e evitar exposição a radiações e substâncias tóxicas, como formaldeído, benzeno, diesel, agrotóxicos, solventes, entre outros.

Por isso, os equipamentos de proteção individual (EPI) são aliados indispensáveis para proteger quem trabalha nas áreas operacionais de empresas do setor de óleo e gás. É fundamental sempre seguir as orientações da empresa e utilizar corretamente os EPIs, evitando a exposição acidental às substâncias tóxicas.

Além disso, é importante realizar exames médicos de rotina e procurar um especialista assim que surgirem os primeiros sinais de alerta. Os exames periódicos, conduzidos por cada empresa junto aos seus funcionários, são uma forma de fazer esse acompanhamento de perto, possibilitando diagnóstico e tratamento precoces, o que aumenta as chances de cura.

Sinais de alerta

Devido à diminuição da produção dos glóbulos vermelhos do sangue, a pessoa fica com anemia, sentindo fadiga, falta de ar, palpitação, dor de cabeça, entre outros sintomas. A baixa da imunidade é outro alerta: como o corpo reduz ou interrompe a produção dos glóbulos brancos (leucócitos), as infecções começam a aparecer com maior frequência. Já a falta das plaquetas resulta em sangramentos e manchas roxas.

Também vale a pena a atenção aos seguintes sinais: gânglios linfáticos inchados; febre ou suor noturno; perda de peso; desconforto abdominal; dor nos ossos e articulações; náusea; visão dupla; e desorientação. No entanto, é importante ressaltar que esses sintomas também podem ser causados por outras doenças.

Lembramos que, assim como um time precisa de um bom treinador para vencer, é importante contar com o acompanhamento e orientação de um médico para cuidar da sua saúde e prevenir doenças como a leucemia. Ainda não tem um médico para chamar de seu? Consulte nossa ferramenta de busca rede credenciada e encontre um profissional perto da sua casa.

Para mais informações sobre leucemia, consulte o site do Instituto Nacional de Câncer (Inca).

Confira também

Ver todas as notícias
Whatsapp

Inscreva-se para receber notificações!

Quer receber as últimas notícias da Saúde Petrobras?