Portal do Beneficiário Área do Credenciado

15/01/2024 12:48

Aedes aegypt: não podemos mais ser reféns do mosquito transmissor da dengue!

Com todo respeito ao Roupa Nova e à música “Canção de Verão”, fica aqui uma sugestão para complementar o último verso: “É verão / Bom sinal / Já é tempo / De abrir o coração / E sonhar”... com o fim do Aedes aegypt e de todas as doenças causadas pela sua picada, como a dengue, a zika e a chikungunya.

Nesta época do ano os casos aumentam muito, porque o Aedes gosta do calor e da umidade para proliferar. Então, como não queremos mais ser reféns do mosquito, temos que nos proteger desse malfeitor e não permitir que ele nasça e circule livremente entre nós.

Saiba como ajudar a eliminar os criadouros, evitando o acúmulo de água parada

ilustracao_dengue.webp

Importante: redobre os cuidados se você faz parte ou convive com doentes crônicos, gestantes, crianças menores de 2 anos e idosos acima de 65 anos, que são mais suscetíveis às complicações das doenças.

Todas essas dicas são fundamentais para prevenir a reprodução do mosquito, mas preste atenção aos sintomas, caso você não consiga escapar do vilão.

ilustracao_dengue_2.webp

Texto alternativo das imagens para pessoas com deficiência visual

Atenção: a doença pode se manifestar de forma assintomática, branda ou mais grave, com casos registrados de óbitos. Por isso, caso você apresente algum(ns) desses sintomas, não se automedique: utilize o serviço de teleorientação médica Einstein Conecta (24h, sem coparticipação) ou procure imediatamente uma unidade de saúde. Use repelente conforme informado no modo de usar de cada produto.

Desconto na vacina

Até junho do ano passado, a Organização Mundial da Saúde (OMS) registrou quase 2,2 milhões de casos e 974 mortes por dengue no mundo. A boa notícia é que, a partir de fevereiro, o Sistema Único de Saúde (SUS) começará a distribuir a vacina contra a dengue, ainda em pequena escala neste primeiro momento. Sabia que o Brasil é o primeiro país do mundo a oferecer o imunizante no sistema público universal? Confira mais informações no site do Ministério da Saúde.

Enquanto não chega a nossa vez no SUS, nossos beneficiários podem aproveitar o desconto que conseguimos com nossos parceiros para se vacinar contra a dengue e contra a herpes zoster. Saiba quais são os laboratórios, clínicas e farmácias parceiros e como obter o desconto - promoção válida enquanto durarem os estoques dos parceiros.

Esclarecemos que não se trata de uma ampliação do nosso rol de benefícios de saúde. É um incentivo à vacinação, uma ação pontual idealizada para promover a saúde preventiva. Estamos negociando descontos com outros parceiros, acompanhe nosso site para atualizações.

Ver todas as notícias
Whatsapp